Arquivo da categoria: Storyboard

Storyboard Comentado (adendo)

No post passado, falei sobre a etapa de construção do storyboard do livro, no entanto, acabei me esquecendo de comentar as escolhas feitas, o resultado final. Eis o storyboard novamente:

Pois então:

– Na página 1 temos a capa do livro.

– Páginas 2 e 3, planejei um pattern de abertura do livro.

– Páginas de 4 a 25, o desenvolvimento da história ilustrada.

– Páginas 26 e 27, um pattern de encerramento.

– E na página 28 temos a contra-capa (ou 4ª capa, como prefere alguns)

Podemos perceber que nesse tipo de storyboard, em miniaturas, fica bem mais fácil ter uma noção de como está a narrativa da história. Notem também, como o recurso de ilustrações em página dupla ajudam a introduzir um ponto impactante na história.

Nesse storyboard também há a preocupação em se determinar o local onde o texto se posicionará na página do livro, não é uma regra, funciona mais como uma previsão/sugestão para auxiliar na fase de diagramação.

Bom, é isso. Esse é o storyboard que guiará nosso projeto até a fase de diagramação!

Até mais!

Etiquetado , ,

Storyboard

Neste post eu vou falar sobre uma das etapas mais importante para a criação do livro, que irá determinar o sucesso da narrativa: o storyboard. De nada adiante ter belos desenhos, cenários ou bons personagens se a leitura da obra não é fluida, não te permite a imersão total à esse mundo fantástico que é o livro infantil.

Quando eu fiz a previsão da quantidade de páginas, acabei criando um primeiro esboço de storyboad e, analisando posteriormente, pude encontrar algumas falhas. Percebi que o ritmo da narrativa estava cadenciado e um tanto monótono (página/texto/página/texto…). A saída foi então, refazer o storyboard, mas desta vez, pensando no livro como um todo, inclusive fazendo uma previsão de como a massa de texto da história se comportaria sobre as páginas ilustradas.

Os principais pontos a se resolver, dentro da história, era apresentar um texto mais simples e claro, e também utilizar o recurso de páginas-duplas, onde a ilustração ganha um maior impacto visual. Após algumas adaptações, apresento a versão final do storyboard do livro que será desenvolvido ao longo deste projeto:

Segundo Salisbury (2004)

“Quando se planeja um livro, é necessário descobrir como a história se desenvolve ao longo de uma seqüência de páginas, e a maneira mais fácil, se não a única, de fazer isso é produzir em forma de storyboard. Para os livros, o storyboard é um plano bidimensional estabelecido de forma que todas as páginas do livro são visíveis ao mesmo tempo. A melhor maneira de fazer um, é elaborar uma série de contorno de páginas em miniatura.”

As miniaturas são práticas e servem para estruturar o livro de forma bem simples sem perder muito tempo. Com elas, pode-se notar a importância de cada página, simples ou dupla, para conduzir o ritmo e a narrativa da história.

A partir desse ponto, temos o storyboard finalizado, ele servirá como um guia para o desenvolvimento das ilustrações das páginas que nós veremos nos post a seguir.

Bom, é isso! Te vejo no próximo post!

%d blogueiros gostam disto: