Arquivo da categoria: Arte-final

Arte-finalizando

Esta é a etapa em que as ideias se concretizam, tomam forma e representação final, assim como o leitor verá no livro quando estiver em suas mãos.

Cada ilustrador tem sua forma preferida de arte-finalizar (caneta, pincel, lápis, digital etc). No meu caso, escolhi arte-finalizar digitalmente, pois acredito que apesar de não ser a forma mais simples e rápida, seria a forma mais versátil.

O primeiro passo foi escanear as páginas rafeadas para serem finalizadas digitalmente. Depois de escaneadas, as páginas foram vetorizadas.

Página dupla 13-14

A line art foi feita no programa Adobe Illustrator CS3, onde eu criei alguns brushes (pincéis) para simular a variação de espessura do traço da caneta.

13-14 arte-final

O processo de colorização, aplicação de texturas e retículas foi realizado no programa Adobe Photoshop CS3. Segue abaixo, um exemplo da evolução das etapas até a finalização da ilustração.

Cores primárias:

13-14 cor 1

Luz, sombras, e adição de texturas:

13-14 cor 2

Efeitos de iluminação/temperatura de cor:

13-14 final

Esse é o resultado final de uma página-dupla do livro (quando nossos heróis partem para a ilha de Onigashima) e está pronta para ser diagramada com o texto.

Engraçado que olhando apenas o rafe não dá pra ter ideia da quantidade de detalhes e informações visuais que são apresentadas numa página finalizada, cores, sobras, texturas, colagem etc que são todas feitas digitalmente.

Deu pra perceber a evolução na ilustração?

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

Teste de arte-final e colorização dos personagens

Esta etapa tem a finalidade de testar como ficariam os personagens com a arte finalizada.

Executou-se então, a arte-final dos heróis da história, para ter uma noção de como ficariam os traços, cores e texturas no livro. Nesta fase, houveram mudanças sutis entre o desenho e a versão final, que nada mais são do que adaptações.

Em seguida, partiu-se para os testes de cor, foi utilizada uma palheta de cores bem intensa e levemente puxada para o vermelho/marrom, mesmo nos tons mais claros. As ilustrações não têm áreas de cor 100% branco, isso porque foi sobreposto uma camada bem clara de cor bege para simular uma impressão em papel não branqueado, dando um aspecto de envelhecido.

Momotaro:


A palheta de cores de Momotaro é a mais rica entre todos os personagens, naturalmente por ter mais adereços e acessórios. Na parte externa do quimono (com um pattern de motivo japonês) foi utilizado o vermelho, por ser uma cor vibrante e representar energia e vigor do personagem. A cor vermelha também é empregada freqüentemente para indicar os líderes de grupos, por exemplo, nas séries de heróis super sentai, como Changeman, Power Rangers, Cybercops etc (já pensaram nisso?).

Para os outros personagens que acompanham Momotaro, tentou-se respeitar as cores com referência à própria forma com que se apresentam os animais “reais”. Tons ocres e avermelhados estão presentes em todos eles e é o que amarra cromaticamente o grupo.

Macaco:

Cão:

Faisão:

Bom, então essa foi a prévia do que veremos nas páginas ilustradas do livro.

A partir desse teste, já com o traço definido, poderemos dar prosseguimento ao projeto. O próximo passo seria desenhar as páginas, mas antes disso, teremos que fazer o storyboard do livro, que nada mais é do que um roteiro que servirá para guiar todo o processo de desenvolvimento do livro, masssss… antes de criar o storyboard, ainda temos que definir os detalhes de produção gráfica: tamanho do livro, quantidade de páginas, cores etc…

É isso, te vejo no próximo post!

Etiquetado , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: